O que procura?

Encontre serviços e informações

Coren-PI realiza Interdição Ética do Serviço de Enfermagem em Floriano

Na manhã de hoje, 07/04, o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) realizou a Interdição Ética do Serviço de Enfermagem da Unidade Básica de Saúde (UBS) José Paraguassu, no município de Floriano. Estiveram presentes na Interdição Ética os conselheiros Enf. Samuel Freitas e T.E. Leone Damasceno, a fiscal Enfª Nayra Silva, e o assessor técnico Enf. Arthur Antunes.

O relatório de Interdição Ética aponta inexistência de enfermeiro no turno da tarde, ausência de enfermeiro responsável técnico, inadequação dos registros de Enfermagem e do processo de Enfermagem, e inexistência do cálculo de dimensionamento de pessoal (quantidade de profissionais de Enfermagem necessários para a realização das atividades).

Em resposta, o Coren-PI suspendeu todas as atividades dos profissionais de Enfermagem realizadas na Unidade Básica, bem como qualquer tipo de procedimento executado por profissionais de Enfermagem, até que sejam solucionadas todas as irregularidades e ilegalidades relacionadas à Assistência de Enfermagem.

Após o procedimento de interdição da unidade, os representantes do Coren-PI foram recebidos pela secretária municipal de saúde, Caroline Reis, pela coordenadora da Atenção Básica, Adenilde Coelho e por assessores do município. A partir da intervenção do conselho, foi constatado que várias unidades do município apresentavam as mesmas irregularidades, sendo a principal a ausência de enfermeiro em pelo menos um turno. A secretária firmou o compromisso de fazer as adequações necessárias em todas as unidades.

O conselheiro Enf. Samuel Freitas resumiu os motivos que levaram à ação do Coren-PI: “As inconformidades encontradas estavam comprometendo a qualidade da assistência de Enfermagem prestada, prejudicando os profissionais envolvidos e colocando em risco a população do município. Esperamos que a situação seja normalizada o quanto antes”, disse.

A interdição é válida somente para o exercício da Enfermagem e os responsáveis pela unidade podem solicitar a desinterdição, desde que corrigidos os desacordos, a qualquer momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *